Patos registrou dois casos suspeitos da gripe provocada pelo vírus H1N1, um dos pacientes não resistiu e morreu

0

O serviço de saúde do município de Patos, está investigando a informação sobre dois casos suspeitos de gripe ocasionada pelo vírus H1N1. A notícia foi confirmada na tarde desta quarta-feira (6) pela Assessoria de Imprensa do Hospital Regional de Patos.

Um dos casos foi registrado na Maternidade Peregrino Filho e o outro no HRP. A vítima que estava internada no Regional não resistiu e acabou morrendo na noite desta terça-feira (5).

A gripe provocada pelo vírus H1N1 é conhecida também como gripe suína e a contaminação ocorre de forma muito rápida. As formas mais comuns se transmissão é através da tosse, espirro ou ao tocar em objetos contaminados com o vírus e depois passar as mãos nos olhos ou na boca.

Algumas pessoas se encontram na classificação dos grupos de risco, ou seja, que podem haver complicações respiratórias após o contágio do vírus H1N1. Neste grupo se encontram idosos, crianças, gestantes, pessoas com doenças respiratórias, em tratamento de câncer ou com doenças crônicas, tais como diabetes, hipertensão e insuficiência renal.

Entre os principais sintomas podemos citar, dores pelo corpo, nas articulações e músculos; febre acima dos 37,5º, tremores e frio intenso; tosse seca e coriza.

As pessoas que sentirem esses sintomas devem ficar afastadas do ambiente de trabalho, escolas e locais de aglomeração e procurar o mais rápido possível o seu médico para orientação.

Em relação à prevenção da doença, é essencial sempre manter as mãos limpas, lavá-las diariamente com água e sabão, principalmente antes de comer ou tocar os olhos, nariz e boca, como também, depois de tossir, espirrar e de usar o banheiro.

Como forma de prevenção, deve-se também, evitar contato direto, ou seja, abraço, beijo e apertos de mão com pessoas gripadas. Procurar não compartilhar objetos de uso pessoal com pessoas infectadas ou mesmo tocar superfícies que podem estar contaminadas com o vírus.

 

 

Sobre o autor

Comente