Golpe do ilusionista: Lenildo Morais e a arte de vender picolé de sal

0

Bom de conversa e mestre em construir factoides, Lenildo Morais (PT) já mostrou que é mesmo especialista em vender ilusões, ele tem o dom de “vender picolé de sal” em pleno sol causticante de Patos. Todos já sabem como Lenildo conseguiu espaço político em Patos. Passou a vender aos políticos da cidade que era amigo e da cozinha de Dilma e Lula, bom conversador e excelente vendedor de ilusão, pregava que tinha trânsito livre com o governo federal e com essa conversa, passou a convencer o grupo político de Chica Motta, até chegar ao ponto de conseguir ser indicado vice-prefeito nas eleições de 2012.

Eleito com Chica Motta, não demorou muito para a verdade aparecer, quando dizia que era da cozinha de Lula e Dilma, esqueceu de dizer que o acesso era pelo corredor ao lado, que dava acesso aos fundos da casa, onde era servido cafezinho para os cabos eleitorais que não tinham acesso a cruzar a casa até a cozinha.

Durante todo esse tempo como vice-prefeito, Lenildo mostrou o prestígio com o governo de Dilma, não foi uma só vez com Chica Motta até Brasília na tentativa de conseguir recurso para o município de Patos.

Hoje, quem está prestes a cair na conversa é o Governador Ricardo Coutinho, Lenildo articula nos bastidores para ter o apoio político de Ricardo com o argumento que seu nome reúne todos os requisitos garantindo-lhe o direito de disputar a prefeitura de Patos.

 

 

Sobre o autor

Comente