Pantera é acusado de gravar conversas de vereadores em reuniões na Câmara de Patos

0

Os ânimos ficaram acirrados no começo da semana entre os vereadores, Ramon Pantera e Diogo Medeiros em uma reunião ocorrida na sede daquele poder. O vereador Diogo pediu para que Ramon parasse de gravar as conversas dos seus colegas e que todos já sabiam da prática dele. Ramon rapidamente teria pegado o celular e apresentado a Diogo para provar que não estava gravando e exigindo respeito por parte de Diogo, porém, Diogo retrucou afirmando que ele já tinha apagado.

Para acalmar os ânimos foi preciso a turma do deixa disso ou o próprio vereador Toinho Nascimento que é bombeiro intervir nesse fogo político já que Ramon também é bombeiro e estava disposto a colocar lenha e não água na fogueira.

Sobre o autor

Comente