Compartilhe

Proprietários rurais do município de Patos foram beneficiados com o Cadastro Ambiental Rural (CAR)

A solenidade de entrega do Cadastro Ambiental Rural (CAR) aconteceu, na manhã desta terça-feira, (05), na sede da Secretaria Municipal de Agricultura. O documento é uma exigência do Novo Código Florestal, através das Leis 12.651/12 e 12.727/12 e foi assessorado pela prefeitura de Patos, de forma gratuita, para beneficiar os proprietários rurais.

Sendo uma exigência do Governo Federal, para que todos os proprietários do município estivessem com essa documentação em dia, sob pena de perder o acesso a créditos rurais, licença ambiental e diversas outras políticas de incentivo, entre outros, a Secretaria Municipal de Agricultura disponibilizou, de forma  gratuita, o serviço de demarcação e preenchimento de cadastrado de proprietários de terras de até 50 hectares. 

“Nas nossas perspectivas, nossos agricultores teriam um gasto em torno de 40 mil reais para garantir a regularização e não perder esses benefícios. Quando veio a exigência, nossos servidores e técnicos habilitados, se dispuseram a prestar o serviço. Hoje, 26 (vinte e seis) agricultores patoenses foram beneficiados com o CAR”, destacou o secretário de Agricultura, João Paulo de Lacerda. 

A agricultora Francileuda Targino, que recebeu a documentação da propriedade da sua família, disse estar satisfeita em poder contar com esse tipo de atendimento no município. “É muito bom hoje saber que está tudo regularizado e que não iremos perder nenhum benefício que o agricultor tem direito”, comentou.

O CAR é o documento legal, eletrônico, que contém os dados básicos das propriedades rurais com identificação da área total, e estabelece as áreas de Proteção Permanente (APP’s) e suas reservas legais.

COORDECOM

« Voltar

Política

Homem simula o próprio sequestro para sair com a amante no Agreste paraibano

Policial

Delegado da Polícia Federal em Patos perde controle e capota veículo na BR

Policial

Trabalhador é indenizado em R$ 400 mil por receber presente obsceno na Paraíba