Compartilhe

6 anos sem o coronel Chaves, acidente automobilístico tirou a vida do

O tempo passa, mas a saudade continua. Não tem como enganar. Já se passaram seis anos desde aquele momento triste da morte do ilustre chefe da Casa Militar do Estado da Paraíba, coronel Fernando Antônio Soares Chaves,  tinha  49 anos e morreu na madrugada de quarta-feira (27) de 2014 em um acidente de carro na BR-230 próximo a cidade de Patos, no Sertão paraibano.

O coronel Chaves era primo dos coronéis Euller e Kelson, respectivamente comandante e ex-comandante da Polícia Militar da Paraíba.

Dia do acidente 

De acordo com a PRF, o acidente aconteceu no trecho entre a cidade de Patos e o distrito de Santa Gertrudes. O coronel seguia na pista em direção ao município em uma Toyota Hilux SW4 quando o carro dele bateu de frente por um Fiat Siena com placas do Rio de Janeiro.

Com o impacto, o motorista do Siena foi arremessado para fora do veículo e caiu a cerca de 10 metros do local do acidente. O jovem de 20 anos e o chefe da Casa Militar morreram ainda no local. Os dois veículos ficaram completamente destruídos.

Sobre coronel Chaves 

Segundo as notas, Chaves era casado e tinha dois filhos. Ele ingressou na Polícia Militar em 1985 e ocupava a função de secretário-chefe da Casa Militar desde 2011.

Fernando Antônio Soares Chaves ingressou na Polícia Militar como aspirante em 1985. Antes de assumir a Casa Militar exerceu as funções de Chefe da Assessoria Militar da Presidência da Assembléia Legislativa da Paraíba e da Assessoria Militar da Procuradoria de Justiça Ministério Público da Paraíba.

Na Polícia Militar da Paraíba, o coronel Fernando Chaves foi comandante do 1º Pelotão do 6º Batalhão, em Sousa (1986); comandante da 14ª Companhia do 6º BPM, em Sousa (1987/1988); comandante da 11ª Companhia do 6º BPM, em Cajazeiras (1988); subcomandante da 11ª Companhia do 6º BPM (1991); comandante do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças do Centro de Educação da PM (1991); chefe da Divisão de Ensino do Centro de Educação (1991); comandante da Academia de Policia Militar do Cabo Branco (1991); chefe da Coordenação de Comunicação Social e Marketing da PM (1992); comandante da 4ª Companhia do 1º BPM (1992 a 1994); comandante da 2ª Companhia do 6º Batalhão (1994 a 1997); comandante da 4ª Companhia do 1º Batalhão (2001 a 2002); comandante da Companhia de Policiamento de Trânsito (2003); comandante do 6º Batalhão, em Cajazeiras (2005 a 2009).

« Voltar

Pelas Redes Sociais

foto