Compartilhe

JÁ NA AGULHA Tóffoli pode julgar a qualquer momento retorno de Ricardo Coutinho à prisão

A verdade é que a Suspensão de Liminar (nº 1278), impetrada pelo Ministério Público Federal junto ao Supremo Tribunal Federal para devolver o ex Ricardo Coutinho (e mais quatro) à prisão, já se encontra concluso para julgamento do ministro Dias Tóffoli, desde ontem (segunda, dia 6). Ele pode dar seu veredicto a qualquer momento.

O relator dos feitos da Operação Calvário é o ministro Gilmar Mendes, mas, como o Judiciário está de recesso (até o final de janeiro), o caso caiu para o presidente Tóffoli. Ele, logo que recebeu os autos, fez duas consultas: à Procuradoria Geral da República e à ministra Laurita Vaz, relatora do caso no Superior Tribunal de Justiça.

A PGR deu parecer pelo imediato retorno de Ricardo Coutinho à prisão, até porque, os demais integrantes do esquema continuam presos. A ministra Laurita lembrou já ter negado antes habeas corpus de soltura para outros integrantes da organização criminosa, e que, sendo Ricardo Coutinho o líder, deveria estar na prisão.

 

« Voltar

Entretenimento

Com 24 anos de tradição, Bonito Folia é sucesso na abertura do carnaval 2020 do Alto Sertão

Política

Zé Aldemir criou dois fantasmas para manter viva ASSESSORA ESPECIAL na política

Política

Pré-candidato a prefeito de Patos reafirma compromisso com a população e destaca emendas de mais de 2 milhões de reais

Policial

Desembargador Leandro concede liminar declarando ilegal qualquer paralisação das políciais

Política

Chico Mendes entrega simbolicamente kit escolar e fardamento para crianças em São José de Piranhas

Política

Com um Padre em seu governo: Pecado de Zé Aldemir vira SEGREDO DE CONFISSÃO

Política

Chico Mendes inaugura dois Postos referência em saúde na zona rural de São José de Piranhas

Política

Dr. Érico discute abertura de Centro de comercialização calçadista e expansão do Distrito Industrial de Patos