Compartilhe

FALTOU GESTÃO E INVESTIMENTO: EMISSORA DO SISTEMA CORREIO DEMITE TODOS OS FUNCIONÁRIOS APÓS FRACASSO EM AUDIÊNCIA

Inaugurada em fevereiro de 2017 a emissora é a 15ª do Sistema Correio de Comunicação em sociedade com o ex-prefeito de Sousa, André Gadelha. Durante esses quase dois anos, a emissora não conseguiu se firmar por uma série de razões que começam desde um problema de transmissão levando a emissora a ter dificuldades em ser sintonizada na própria cidade de Sousa até ao investimento que pouco foi feito para consolidar a emissora na cidade sem falar na crise interna envolvendo o sócio André Gadelha que já chegou a declarar que a rádio foi um dos piores negócios que já fez em sua vida, chegando ainda a criticar a sociedade feita com o Sistema Correio.

Mês passado a emissora resolveu demitir todos os funcionários e manter a rádio só como repetidora da 98 FM de João Pessoa.  Aos investidores de plantão, soube que André Gadelha já colocou a venda a sua parte.  Logo abaixo o texto do Dr.Roberto Cavalcanti quando inaugurou a emissora.

O Tempero que faltava

A MaxCorreio FM chega na hora certa ao lugar certo.

E é o tempero que faltava no caldeirão midiático do Sistema Correio de Comunicação – aquele elemento que realça o cardápio e agrada o paladar paraibano, sempre com apetite para consumir informações.

E esta rádio tem um ingrediente realmente especial.

Não só porque nos consolida como o maior sistema integrado de rádios na Paraíba (uma rede formada por 18 emissoras), mas também porque aporta numa macrorregião de Sousa que vê, diante de seu horizonte, novas perspectivas de desenvolvimento com a iminente chegada das águas da transposição.

A partir dos microfones da MaxCorreio FM, haveremos de cobrar e testemunhar a materialização deste sonho que resiste a séculos de intempéries.

Na nossa chegada, firmamos um compromisso:

A emissora, materializada com a participação de fortes parceiros locais, terá a mesma visão ética e a mesma qualidade de informação que rege todo o Sistema de Correio de Comunicação – suas Tvs, seus jornais, portais e rádios (nos quais, justo pela responsabilidade e credibilidade; pela ética e paixão, sempre nos postamos como líderes absolutos).

Com estes compromissos e esta missão estamos chegando a Marizópolis/Sousa.

E viemos para ficar.

Roberto Cavalcanti, empresário e diretor da CNI.

« Voltar

Política

Cinco requerimentos de lei de autoria da deputada Drª Paula foram aprovado na Assembléia de Deus

Social

ELAS SÃO EMPODERADAS: Edjane e Nadir e a prática da política do amor ao próximo

Política

Campanha “Maio Amarelo” de prevenção a acidentes de trânsito foi aberta em Cajazeiras