Compartilhe

NOVA LIÇÃO: Góia entrega os cargos ao prefeito e aprende que não se pode latir e roer o osso ao mesmo tempo

 

 

Recentemente o Vereador Góia disse em entrevista, que não denunciava as gestões passadas porque estava aprendendo como se fazia, nos últimos dias o Parlamentar tem sido protagonista de vários episódios no Poder Legislativo, um dia ele diz que é doido , no outro, fala com Deus em sonho. O fato mais novo e que merece ser registrado, é que, por fim , Góia entendeu em sua última aula que para ser livre e independente é preciso se livrar das amarras e provar realmente ao povo que esse aluno está dedicado a aprender ainda mais para defender e ajudar o povo.

 Em sua recente aula, Góia aprendeu que na política , “cão para latir, tem que soltar o osso” , esse termo é usado para os políticos que querem ser independe, livre e sem nenhuma relação com a base do governo, isso era um problema na vida do Vereador que agora se libertou quando mandou a sua esposa entregar o cargo de confiança junto ao governo de Sales Júnior. Além de sua esposa , Góia tinham outras indicações , essas já teriam sido exoneradas pelo prefeito. 

 

Na aula de hoje , sua nota é 7 Góia , avaliando a demora para entregar os cargos demorar. 

 Mesmo assim , atingiu à média “ APROVADO”!

« Voltar

Política

Chico Mendes surge em pesquisa como um dos LÍDERES mais lembrado pelo povo da Paraíba,no SERTÃO sua liderança ganha projeção

Política

Prefeito de Uiraúna que foi flagrado colocando propina na cueca é posto em liberdade

Economia

CIDADES Prefeito Chico Mendes anuncia pagamento antecipado dos servidores municipais para dia 10 de julho

Política

João Azevêdo está fazendo muito pelos municípios nesta pandemia e parte dos prefeitos não fala, diz Chico Mendes; assista vídeo

Saúde

Prefeito determina mutirão de testes rápidos em comunidades rurais e nos distritos de São José de Piranhas

Política

Pandemia: com trabalho mais intenso da Prefeitura, São José de Piranhas passa da bandeira laranja para amarela

Política

Senado define votação do adiamento das eleições na próxima terça-feira

Política

“O maior cabo eleitoral de Bolsonaro foi a facada”, diz Lula à rádio da PB