Compartilhe

SUCESSÃO MUNICIPAL: Em Patos, dois pré-candidatos governistas podem disputar o apoio do Palácio da Redenção em 2020

Ainda na ressaca de sucessivos escândalos que influenciaram os rumos da administração municipal, o município de Patos, no sertão da Paraíba, já vive na expectativa da eleição local do próximo ano. A cidade foi palco, no ano passado, da Operação Cidade Luz, que desarticulou uma organização criminosa responsável pelo desvio de verbas da prefeitura da cidade e afastou do cargo o prefeito Dinaldo Filho (PSDB) por suspeita de corrupção na investigação.

A cidade é administrada atualmente pelo prefeito interino Sales Júnior (PRB), presidente da Câmara Municipal que assumiu a cadeira de prefeito após a renúncia do vice-prefeito, Bonifácio Rocha, que exercia o cargo interinamente desde o afastamento do titular do cargo, em agosto de 2018.

Apesar da crise, os mesmos atores políticos de outrora devem protagonizar o debate das eleições municipais em 2020. Além do desfecho das investigações que continuam sobre a cidade, outra grande dúvida que se estabelece na é sobre quem receberá o apoio do Governo do Estado para disputar a eleição do próximo ano, já que dois deputados da base governista deverão estar na disputa.

O médico e deputado estadual Érico Djan (PPS) foi o parlamentar mais votado do município em 2018, com 4.626 votos (31,47%). Ele é visto como candidato natural na próxima eleição, sendo apontado como um dos favoritos no pleito. Discute-se na cidade a possibilidade de Érico vir a receber apoio de outras lideranças municipais na disputa que se avizinha. Atualmente, o parlamentar compõe o grupo conhecido como G10, na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), e pode vir a receber apoio do governo estadual em uma provável disputa.

O ex-prefeito e deputado estadual Nabor Vanderley (PRB) é um dos nomes mais citados quando o assunto é sucessão municipal na cidade. Ele governou Patos por dois mandatos consecutivos (2005 – 2012) e foi o segundo deputado mais votado da cidade na última eleição. Atualmente, Nabor faz parte da base governista na Assembleia, compondo o blocão, grupo de deputados que dão sustentação ao governo de João Azevedo (PSB) no legislativo.

O prefeito afastado, Dinaldo Filho também estará, de alguma maneira, na disputa, mesmo estando atualmente afastado do cargo de prefeito. De família tradicional, a força política que ele representa não pode ser desprezada. O grupo também contará com o apoio do patriarca e ex-prefeito Dinaldo Vanderley, que governou Patos entre 1997 e 2004. Nesse meio também consta o nome do ex-candidato a deputado estadual Gustavao Vanderley, que não obteve êxito na campanha estadual. O grupo pode compor com outras correntes políticas da cidade.

Outro que pode concorrer na próxima eleição municipal é o ex-prefeito e ex-vice prefeito da cidade, Lenildo Morais (PT), que assumiu o cargo de prefeito em 2016 após o afastamento de Francisca Motta. Na época, a então prefeita foi  afastada por determinação do Tribunal Regional Federal da 5ª região, suspeita de participação em um suposto esquema de irregularidades em licitações e contratos públicos. Se confirmar a candidatura, ele deve arregimentar para si o apoio de lideranças petistas do estado.

A vereadora licenciada Edjane Araújo, atual secretária do Desenvolvimento Social da cidade, também é apontada como provável candidata, e, se confirmar essa pretensão, pode receber apoios de lideranças do PDT, como a vice-governadora Lígia Feliciano e o deputado federal Damião Feliciano. Apoiando-se no discurso de renovação política, o médico Antônio Fausto (NOVO) também já admitiu a possibilidade de candidatura. Recentemente, foi aventado o nome do corretor de imóveis e ex-candidato a deputado federal, José Vieira Filho, o “Vieirinha”, como seu candidato a vice-prefeito.

 

Fonte: polemicaparaiba

« Voltar

Política

Chico Mendes surge em pesquisa como um dos LÍDERES mais lembrado pelo povo da Paraíba,no SERTÃO sua liderança ganha projeção

Política

Prefeito de Uiraúna que foi flagrado colocando propina na cueca é posto em liberdade

Economia

CIDADES Prefeito Chico Mendes anuncia pagamento antecipado dos servidores municipais para dia 10 de julho

Política

João Azevêdo está fazendo muito pelos municípios nesta pandemia e parte dos prefeitos não fala, diz Chico Mendes; assista vídeo

Saúde

Prefeito determina mutirão de testes rápidos em comunidades rurais e nos distritos de São José de Piranhas

Política

Pandemia: com trabalho mais intenso da Prefeitura, São José de Piranhas passa da bandeira laranja para amarela

Política

Senado define votação do adiamento das eleições na próxima terça-feira

Política

“O maior cabo eleitoral de Bolsonaro foi a facada”, diz Lula à rádio da PB