Compartilhe

O 'branquinho' atingiu um patamar superior, diz internautas

O aumento de consumo mundial vem batendo à porta do Planalto, que teme perder popularidade com elevação de preços dos alimentos .

Para os internautas a polêmica sobre o arroz ir em cima ou embaixo do feijão nem faz mais sentido, pois o 'branquinho' atingiu um patamar superior.

A disparada no preço de itens básicos como arroz, feijão, óleo e leite não fez ruir somente as expectativas de muitos brasileiros, como também tornou o novo orçamento insuficiente para o sustento da família.

A pressão sobre Guedes será ainda maior por causa do risco de volta da inflação diante da disparada dos preços do alimentos.

Além deste comportamento paradoxal, chama atenção também, claro, o preço do grão precioso, cujo pacote de 5kg está chegando a custar R$ 30 em alguns lugares do país.

"Seu lugar não é mais junto aos pratos de comida, mas sim junto às jóias", dizem internautas.

O aumento absurdo no preço do arroz  faz com que a conta seja ainda mais salgada para quem depende de salário mínimo ou programas sociais.

Se a carestia se estender por muito tempo, o Planalto está certo de que parte do apoio que o presidente conquistou entre a população de mais baixa renda, sobretudo no Nordeste, vai se perder rapidinho. Inflação alta, puxada pela comida, é o pior imposto sobre os pobres. Guedes que se cuide.

Vejam alguns memes que internautas já fizeram nas redes sociais de como é ter o valioso arroz em casa.

« Voltar

Pelas Redes Sociais

foto