Terça, 24 de Maio de 2022
33°

Pancada de chuva

Patos - PB

Anúncio
Educação IMUNIZAÇÃO

Juíza derruba recomendação do Ministério Público de Contas da Paraíba que desobrigava prefeituras exigir vacinação de crianças contra Covid-19 nas escolas

Juíza Antonieta Lúcia Maroja Arcoverde Nóbrega, da 1ª Vara da Infância e Juventude da Capital, decidiu derrubar a recomendação do Ministério Público de Contas (MPC).

04/02/2022 às 18h36
Por: Abrantes Júnior
Compartilhe:
Juíza derruba recomendação do Ministério Público de Contas da Paraíba que desobrigava prefeituras exigir vacinação de crianças contra Covid-19 nas escolas

A juíza Antonieta Lúcia Maroja Arcoverde Nóbrega, da 1ª Vara da Infância e Juventude da Capital, decidiu derrubar a recomendação do Ministério Público de Contas (MPC) do Estado da Paraíba sobre vacinação de crianças contra a Covid-19. O procurador-Geral do Ministério Público de Contas, Bradson Tibério Luna Camelo, havia emitido recomendação na qual orientava que os gestores municipais não excluam as crianças em idade escolar das salas de aula por causa da falta de imunização contra o coronavírus.

A recomendação do MPC foi feita na mesma semana que o Ministério Público do Estado da Paraíba e o Ministério Público Federal recomendarem justamente que todas as escolas devem exigir o passaporte de vacinação para que os estudantes compareçam às salas de aula. O MPPB pontuou que os menores sem vacinação contra a Covid-19 devem ter matrícula, rematrícula e outros direitos garantidos, mas que as escolas devem acionar o Conselho Tutelar e a Promotoria de Justiça para que o impasse seja resolvido.

Para Bradson Camelo, procurador-geral do MPC em contato com o ClickPB no último dia 27 de janeiro, a intenção da recomendação é garantir a presença de todos os menores em sala de aula, sem exclusão em razão da situação vacinal da criança ou adolescente. O procurador-geral do MPC considera que a ausência destas crianças em sala de aula presencial gera muito prejuízo para os que são segregados.

O presidente do Tribunal de Contas da Paraíba (TCE), conselheiro Fernando Catão, afirmou no dia seguinte à recomendação do MPC que a recomendação do procurador-geral do Ministério Público de Contas, Bradson Camelo, orientando a municípios a não limitarem o acesso de alunos que não se vacinaram contra covid-19 à sala de aula é uma "posição pessoal". A declaração do presidente do TCE-PB foi dada de forma exclusiva ao jornalista Clilson Júnior.

 

ClickPB

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Patos - PB Atualizado às 14h30 - Fonte: ClimaTempo
33°
Pancada de chuva

Mín. 19° Máx. 33°

Qua 32°C 20°C
Qui 33°C 21°C
Sex 32°C 21°C
Sáb 30°C 20°C
Dom 31°C 21°C
Anúncio
Anúncio
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio